Open
  • Av. Marcos Konder, nº1111, Centro, Itajaí – SC

Unidade de Terapia Intensiva

Unidade de Terapia Intensiva

A Unidade de Terapia Intensiva para adultos (UTI Adultos) é um ambiente especializado, multidisciplinar e integrado. Portanto, para garantir as melhores práticas assistenciais, a equipe atua individualmente na área de diagnóstico, tratamento e reabilitação.

Na UTI, as condições de vida são constantemente monitoradas e avaliadas por uma equipe de serviços de saúde e apoio. Consequentemente, aspectos de saúde e individualidade do paciente são levados em consideração para definir o melhor plano de cuidados.

O objetivo do auxílio é otimizar o tratamento e auxiliar na recuperação, além de possibilitar o diagnóstico precoce e o tratamento imediato das complicações. Em vista disso, o plano do paciente é adaptado diariamente à equipe multidisciplinar.

No Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, a Unidade de Terapia Intensiva para adultos é composta por três Unidades.

Confira abaixo algumas orientações importantes:

  • É obrigatório higienizar as mãos antes e após sair do quarto. Assim como, quando em contato com paciente e/ou seus materiais;
  • Não é permitido manusear equipamentos e materiais de saúde;
  • Não é indicado sentar na cama do paciente. Por isso, recomenda-se o uso da cadeira no quarto;
  • Não é permitido circular pelo setor;
  • Não é permitido visitar outros pacientes além daquele o qual a visita se destina;
  • O banheiro direcionado para uso dos familiares é o da sala de espera.
  • É proibido o uso de aparelhos eletrônicos durante o horário de visita. Entretanto, a liberação pode acontecer somente com a autorização da equipe multiprofissional;
  • Recomenda-se que o tempo de visita seja usado para incentivar o paciente em sua recuperação.

Que ajuda os membros da família podem oferecer?

A presença de alguém da família ajuda a diminuir a ansiedade, o medo e a dor do paciente. No entanto, o acompanhante ainda pode ajudar a equipe da UTI a entender melhor o paciente e informações sobre condições de saúde.

Além disso, o familiar pode estimular a recuperação do ciclo vigília-sono, além de auxiliar na tomada de medidas de redirecionamento do paciente e nas atividades diárias sob orientação, como alimentação, reposicionamento na leito, fisioterapia.

Olá! O que você procura?