Open
  • Av. Marcos Konder, nº1111, Centro, Itajaí – SC

Author Archives: admin

Confira as dicas para evitar doenças nesse verão

Verão é época de muito sol e mar. As regiões litorâneas acabam recebendo milhares de turistas e mesmo quem é da cidade também aproveita para relaxar, curtir amigos e familiares. Porém, para que esse período do ano possa ser aproveitado da melhor forma possível, é importante ficar atento e se prevenir contra doenças que são comuns nessa época do ano. Por isso, a médica do setor de saúde ocupacional do Hospital MarietaDra. Mônica Martins, separou algumas dicas que podem te ajudar a não ficar doente:

Cuidado com a insolação

Nada melhor que curtir um dia de praia, não é mesmo? Mas é muito importante se precaver. O ideal é evitar a exposição ao Sol entre 9h e 15h, que são os horários em que os raios solares estão ainda mais fortes. Além disso, é necessário fazer o uso frequente do protetor solar e ingerir muito líquido. Hoje existem roupas com proteção UVA e UVB que podem ajudar, principalmente as crianças. Usar boné também é uma dica interessante, assim como evitar ficar muitas horas seguidas exposto ao Sol.

Beba muita água para não ficar desidratado

Em dias mais quentes, é imprescindível ingerir muito líquido, principalmente água, para manter o corpo sempre hidratado. Aqui deve-se ter um cuidado especial com as crianças e os idosos, porque talvez eles não peçam para tomar água com tanta frequência, então lembre-se de oferecer sempre. O protetor solar continua se fazendo necessário, porque além de evitar uma insolação, também ajuda a combater a desidratação. É importante também se alimentar bem, consumir frutas e verduras. É fácil identificar alguém com desidratação: a pele fica mais rugosa, os olhos fundos e o pensamento lento. Se isso ocorrer, faça um soro caseiro e ingira também isotônicos. Se a situação for muito grave, procure uma unidade de saúde.

Cuidado redobrado com a alimentação

Já falamos bastante sobre se manter hidratado, mas nessa época do ano, muitas pessoas acabam optando por comer fora de casa, o que acaba aumentando os riscos de uma intoxicação alimentar. Alimentos que não foram bem refrigerados, saladas que não foram lavadas corretamente, frutas que ficaram expostas ao Sol, tudo isso deve ser evitado. Não consuma alimentos de lugares que não conhece a procedência.

            Na temporada de Verão, justamente por receber muitos turistas, as unidades de saúde, como é o caso do Hospital Marieta, ficam ainda mais lotadas, por isso a dica mais importante é: cuide muito bem da sua saúde para aproveitar cada momento.

Receita de soro caseiro

1 litro de água

1 colher de sopa de açúcar

1 colher de café de sal

Basta misturar os três ingredientes e deixar gelar. Se o soro for para criança, você pode colocar junto um saquinho de gelatina em pó para dar um sabor e uma cor diferente, ficando mais atrativo para eles.

Dra. Mônica Martins

Informações para a imprensa – Oficina das Palavras:

Elaíse Cidral  – elaise@grupoodp.com.br – +55 (47) 9 9994-1265

Ricardo Ruas – ricardo@grupoodp.com.br – +55 (47) 9 9995-1846

Marieta Realiza Especial de Natal com Colaboradores

Em comemoração ao nascimento de Jesus as Irmãs do Hospital Marieta organizaram um momento de reflexão com o Padre Adalberto, de Brusque, no dia 19/12 e encontros especiais de Natal, com a ajuda de alguns talentosos colaboradores. O primeiro encontro começou com a Missa celebrada pelo Padre Jorge no dia 21/12, colaboradores de diversos setores e as lindas vozes do Coral do bairro Fazenda.
Na sequência houve a interpretação dos colaboradores Eduardo, da Agência Transfusional e Maria Alice, da Farmácia Central. Ambos reproduziram através de uma linda canção chamada “Maria e o Anjo”, o trecho bíblico de Lucas 1:26-38: “Quem serás tu? Criatura bela, que encheu meu quarto com tua luz. O teu olhar me trouxe a paz. Sua presença me refaz. (Maria)” “Eu sou o anjo Gabriel. Venho em nome do Senhor. Darás à luz ao salvador!” (Gabriel) […]

Após essa linda apresentação, Irmã Eliane pediu aos presentes para que fechassem seus olhos e orassem pelas próprias famílias, por todos que trabalham no Hospital Marieta, pelos médicos e também pelos pacientes. Foi um momento de espiritualidade e preparação para a chegada da “Sagrada Família”, José e Maria, interpretados por Elvis, do setor de Manutenção e Andréia, do setor de Projetos. Junto com eles veio o Anjo (Helena) e o Menino Jesus (Bebê Pedro). A entrada deles foi marcada pelas luzes das lanternas dos celulares dos presentes e pelo coral criado também por colaboradores.

As interpretações ocorreram também nos dias 22 e 23/12 para que todos os plantões pudessem se encantar com a presença do Anjo (Helena) e da Sagrada Família (Elvis, Andréia e bebê Enzo). Os momentos finais foram marcados pelo sorteio de presentes doados pela Associação Madre
Teresa. Certamente um Natal para ficar na história e no coração…

Desejamos que o amor de Jesus brilhe no coração daqueles que o buscam, e que você e sua família
sejam tocados pela presença divina, renovando a fé e a esperança em dias melhores. Feliz Natal!!!

Mais de 13 ex-prematuros se reúnem em encontro pela vida no Hospital Marieta

Eles participaram do evento em conscientização pelo mês da prematuridade

No mês em que se conscientiza a população sobre causas e consequências do parto prematuro, o Hospital Marieta celebrou a vida recepcionando diversos prematuros que nasceram em suas dependências e precisaram de suporte médico da equipe especializada que há 20 anos atende Itajaí e região. Pelo menos 50 participantes estiveram no auditório da unidade no último sábado (17/11), para serem homenageados e saudar os dias de glória.

Em todo o mundo, o chamado Novembro Roxo é considerado o Mês Internacional de Sensibilização para a Prematuridade e o objetivo é alertar sobre o crescente número de partos prematuros, como prevenir e informar sobre as consequências do nascimento antecipado para o bebê, para sua família e para a sociedade.

“Queremos chamar a atenção da população, dos governantes, dos gestores públicos, celebridades e formadores de opinião sobre a importância do tema, refletindo sobre a qualidade do atendimento oferecido aos nossos prematuros e às suas famílias e clamando por políticas públicas de prevenção, humanização do cuidado e por tratamentos adequados e de alcance igualitário”, diz o médico Sérgio Alberto de Quadros, responsável pela UTI Neonatal do Hospital Marieta.

Os dados mostram que, a cada ano, nascem 15 milhões de prematuros no mundo. Entre 2019 e 2021, o Brasil registrou o nascimento de 8,251 milhões de bebês prematuros, conforme dados do Ministério da Saúde.

Roxo é cor símbolo da causa da prematuridade porque simboliza sensibilidade e individualidade, características peculiares destes pequenos guerreiros. Também significa transmutação ou transformação. “Não há dúvida que o bebê prematuro transforma dor em força, fé e amor!”, reforça o doutor.

20 anos de serviço de Neonatologia no Hospital Marieta

O serviço de Neonatologia foi implantado no Hospital Marieta em 2002. Desde então, conta com UTI Neonatal, UCI Neonatal, UCI Canguru e Banco de Leite. Também faz parte da rede de hospitais Amigos da Criança, que são as instituições que têm o propósito de estimular a amamentação. Foi neste início das duas décadas ainda que o Marieta implantou um Curso Pré-Natal, onde as gestantes passaram a participar de várias reuniões durante a gestação com profissionais da área de saúde (temporariamente suspenso devido a pandemia por Covid-19).

Nos últimos anos, ainda, o Hospital Marieta está ligado a uma rede mundial que coordena ações nas Unidades Neonatais, a Rede Vermont, que é composta por profissionais de saúde e famílias em mais de 1,4 mil centros. Juntos, colaboram para a melhoria dos cuidados neonatais em todo o mundo, com otimização da qualidade e pesquisa, orientados por dados.

Informações para a imprensa – Oficina das Palavras:

Elaíse Cidral – elaise@grupoodp.com.br – +55 (47) 9 9994-1265

Ricardo Ruas – ricardo@grupoodp.com.br – +55 (47) 9 9995-1846

Novembro Roxo: Brasil é o 10º país com mais nascimentos prematuros

Campanha de 2022 tem como tema “Garanta o contato pele a pele com os pais desde o momento do nascimento”

Este é o mês da prematuridade, o Novembro Roxo, que visa alertar aos pais sobre quais os cuidados devem ser observados para evitar que o bebê nasça prematuro, antes das 37 semanas de gestação. Dados do Ministério da Saúde apontam que, no Brasil, 340 mil bebês nascem prematuros todos os anos, uma média de 930 por dia. Neste ano, a campanha nacional quer trabalhar o tema “Garanta o contato pele a pele com os pais desde o momento do nascimento”, uma atitude que já faz parte da rotina do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, conforme explica Sérgio Alberto de Quadros, chefe da Neonatal da instituição.

“Temos o cuidado para dar o melhor conforto aos pequenos pacientes como as ações com polvo de crochê que um grupo de ajudantes sempre se dispõe a fazer e doar para nós. Também não esquecemos da família, que deve estar junto o máximo de tempo que conseguir, para que vá estreitando laços entre pais e o bebê, formando assim o vínculo familiar que será tão importante após a alta hospitalar. Uma das técnicas usadas é o bebê-canguru, quando o bebê fica no peito de sua mãe ou pai, os dois bem aconchegados para sentir o calor e o carinho da família”, explica o doutor.

Entre as principais causas da prematuridade estão as infecções urinárias e ginecológicas, gravidez na adolescência ou após os 40 anos, um acompanhamento de pré-natal mal feito e o tabagismo. De acordo com o médico Sérgio, quando a mãe passa por um pré-natal bem feito, é possível identificar riscos na gestação que resultem em um possível parto prematuro. A abordagem dos principais problemas que podem estar presentes na gestação em algumas vezes evita que o bebê nasça prematuro. E em tantas outras ajudam a nascer em condições mais propícias. Isto é, nasce prematuro, porém com mais chances de uma rápida recuperação e poucas complicações.

Os riscos de nascer prematuramente

bebê que nasce antes do tempo possui uma tendência maior a ficar doente, é mais lento nas ações e, portanto, mama com menos frequência não ganhando o peso necessário. “O recém-nascido prematuro precisa ser mais estimulado para que consiga adquirir o melhor desenvolvimento neuropsicomotor possível. Quanto mais prematuro, maiores são os desafios, e os bebês que pesam menos que um quilo e meio é que sofrem mais devido ao pulmão, rins e cérebro ainda não estarem preparados para a vida aqui fora”, explica o chefe da UTI Neonatal.

            Quando vai nascer um bebê prematuro, a equipe de Neonatologistas (pediatras especialistas em recém-nascidos, principalmente prematuros) do Hospital Marieta entra em ação já com a família que chega ao hospital, para esclarecer as várias dúvidas, além de auxiliar a obstetrícia nas boas práticas para este bebê. Assim que nasce, é saudado por uma equipe de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem que atuam para fazer essa transição da vida fetal da melhor maneira possível.

Aqueles que necessitam da unidade intensiva são internados e monitorados conforme todo um protocolo mundial de atenção ao prematuro. “Em 2022, a UTI Neonatal do Hospital Marieta está completando 20 anos de atividade. Nosso Hospital está ligado a uma rede mundial que coordena ações nas Unidades Neonatais, a Rede Vermont, que é composta por profissionais de saúde e famílias em mais de 1,4 mil centros. Juntos, colaboram para a melhoria dos cuidados neonatais em todo o mundo, com otimização da qualidade e pesquisa, orientados por dados”, finaliza o doutor.

Novembro Roxo

Dia 17 de novembro é o Dia Mundial da Prematuridade e todos os anos diversas ações de conscientização são realizadas no Hospital Marieta. Em 2022 estão previstos eventos e encontros com famílias de prematuros e profissionais de saúde envolvidos nos seus cuidados. Também estão programados alertas à comunidade sobre a saúde e a prioridade pelo pré-natal, reduzindo assim os riscos e o número de bebês prematuros que hoje coloca o Brasil na 10ª colocação no ranking de nascimentos antes do tempo em todo o mundo.

Informações para a imprensa – Oficina das Palavras:

Elaíse Cidral  – elaise@grupoodp.com.br – +55 (47) 9 9994-1265

Ricardo Ruas – ricardo@grupoodp.com.br – +55 (47) 9 9995-1846

Foto: Thamiris Pessoa – Ver Crescer Fotografia.

Diagnóstico precoce do câncer de próstata pode aumentar a chance de recuperação em até 90%

O câncer de próstata é um dos mais comum entre os brasileiros, principalmente acima dos 50 anos, porém, é uma doença que costuma não apresentar sintomas no estágio inicial. De acordo com o chefe do setor de urologia da Unidade UNACON do Hospital Marieta, o médico Gilberto Laurino Almeida, não há como prevenir o câncer de próstata, por isso o exame anual é tão importante. “Quando falamos em prevenção, estamos nos referindo ao diagnóstico precoce, pois dessa forma, a chance de recuperação é maior, em mais de 90% dos casos”.

            O doutor explica que existem alguns fatores que podem contribuir para o surgimento do câncer como a idade, histórico familiar (principalmente de 1º e 2º graus), a etnia (homens negros têm um grau de incidência maior de desenvolver tumores mais agressivos) e pessoas com obesidade.

            Para o tratamento ser eficaz, depende principalmente do estágio da doença e as condições do paciente. “Podemos fazer o monitoramento quando o câncer é pouco agressivo e está em estágio inicial ou optar por cirurgia ou radioterapia para tumores mais agressivos. Pode-se ainda optar pela hormonioterapia ou quimioterapia quando estágios mais avançados. Todo o tratamento é personalizado e discutido com o paciente, para escolher a melhor opção, já que cada pessoa é diferente e precisa ter esse olhar individualizado”, detalha o doutor Gilberto.

            A missão, principalmente durante o Novembro Azul, é estimular que os homens façam seus exames periódicos, deixando de lado o medo e o preconceito. O médicourologista afirma que isso se dá já que não existe uma cultura de saúde masculina reforçada em nosso país, diferentemente com o que ocorre com as mulheres, que já na adolescência vão ao ginecologista. Ele comenta que já começa a perceber uma mudança com as gerações mais jovens que estão mais atentas aos cuidados preventivos relacionados à saúde.

Novembro Azul

O mês é um período chave para dar mais atenção à saúde do homem, um movimento idealizado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida e apoiado pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), que visa conscientizar a população masculina sobre o câncer de próstata.

O principal objetivo é motivar os homens a fazerem os exames preventivos com o urologista, para que caso a doença surja, seja tratada já no estágio inicial, com mais chance de cura. A orientação médica é que homens a partir dos 50 anos comecem a fazer o exame. E a partir de 45 anos, caso esteja entre os fatores de maior risco de desenvolver a doença. “É muito importante ter uma data onde as ações são intensificadas e os homens são orientados com mais efetividade a cuidar de sua saúde, mas é importante lembrar de manter o cuidado com a saúde o ano todo”, finaliza o urologista do Hospital Marieta.

Informações para a imprensa – Oficina das Palavras:

Elaíse Cidral  – elaise@grupoodp.com.br – +55 (47) 9 9994-1265

Ricardo Ruas – ricardo@grupoodp.com.br – +55 (47) 9 9995-1846

1 2 3 9
Olá! O que você procura?